De Natal rumo a Campina Grande.

O desafio tinha sido lançado desde que fizemos a ciclo viagem Araruna - Areia / Areia - Campina Grande em dois dias em 2013. Sair de Natal e chegar em Campina Grande em três dias era o mais ousado projeto que até então tinha em mente. Como já conhecia o percurso e, principalmente, a altimetria do brejo paraibano, resolvi durante o Carnaval de 2014 descobrir o melhor percurso para chegarmos em Araruna/PB, saindo de Natal, sem que tivéssemos que nos desgastar tanto. Feito devidamente o levantamento, agora era marcar a data e partirmos para, pelo menos para mim, a melhor ciclo viagem que já fizemos...
1º dia - de Natal/RN a Araruna/PB (112 KM)
Percursos novos sempre são desafiadores e era esse o espírito e a expectativa de todos em nosso ponto de encontro para a partida da ciclo viagem. Já tinha feito todo o percurso, mas em ocasiões e períodos diferentes. Agora era juntar os pedaços e formar um belo quebra cabeça de muitas estradas de terra e trilhas entre Natal e Campina Grande. 
Fazenda Lagoa do Patos - Monte Alegre/RN
Após cruzarmos a cidade de Parnamirim e deixarmos o asfalto para trás, nosso destino era a cidade de Lagoa de Pedras, mas antes, o belo visual da Fazenda Lagoa dos Patos no percurso e de boas estradas de terra até chegarmos em Fonte, pequena localidade às margens da RN 002 até mais 10 KM pela rodovia e para, enfim, chegarmos à Lagoa de Pedras/RN,  local de nossa primeira parada.
Pórtico da entrada da cidade de Lagoa de Pedras/RN
Agora, finalmente, era dar adeus aos trechos em asfalto e somente estradas de terra e trilhas nos aguardavam pelos próximos três dias. Seguimos para Santo Antônio do Salto da Onça/RN por uma excelente estrada e uma visita à praça da cidade se fez obrigatória, afinal... passar pela cidade e não conhecer a onça... Fizemos uma foto oficial.
Estrada de terra entre Lagoa de Pedras/RN e Santo Antônio/RN 
Foto Oficial - Praça da Onça - Santo Antônio do Salto da Onça/RN
Seguimos para a cidade de Lagoa Danta, local de nossa parada para almoço. Chegamos um pouco depois do horário previsto, mas nada que atrapalhasse nosso descanso. A essa altura 30 KM restavam para chegarmos em Araruna/PB. Descansados, partimos pontualmente às duas horas da tarde.
Cidade de Lagoa Danta/RN
Pedalamos mais de 100 KM praticamente planos e faltavam cerca de 12 KM até chegarmos em Araruna/PB. Apenas subidas e descidas nos aguardavam até a pousada e, desse ponto em diante, seguiria assim pelos dois dias seguintes.
Pelo percurso escolhido desse primeiro dia, apenas começávamos a subir já próximos a Pedra da Boca, na divisa entre os estados do RN/PB. 
Muitas subidas a partir da Pedra da Boca - Araruna/PB 
Ao fundo a Pedra da Boca em Araruna/PB.
Depois da subida da Pedra da Boca partimos para a pousada em Araruna/PB. Chegamos à pousada por uma estrada de terra que sai em frente a entrada que da acesso ao tão merecido descanso. Mas antes uma trilha por um vale belíssimo e de visual exuberante, com direito a single track e muitas fotos e imagens para guardar na memória.
Vale antes de chegarmos em Araruna/PB 
Belo visual da estrada de terra que dá acesso a pousada
Chegamos à pousada às quatro e meia da tarde, ainda com tempo para uma visita ao mirante e para registrarmos o belo visual lá de cima.
Belo visual do mirante em um dos pontos mais altos da cidade de Araruna/PB
2º dia - de Araruna/PB a Areia/PB (80 KM)
Saímos da pousada dispostos a enfrentar o trecho de maior altimetria da ciclo viagem. Já com  112 KM pedalados do dia anterior, agora era encarar as longas subidas do segundo dia e aproveitar as belas paisagens que somente topografias acidentadas com aclives e declives acentuados nos proporciona. Seguimos para a localidade de Cozinha, distrito da cidade de Dona Inês/PB.
Descemos bastante desde que saímos da pousada, mas para chegar a Cozinha era necessário subir 2,5 KM de uma longa estrada de terra, a primeira de muitas que subiríamos nesse dia...
Cozinha, distrito de Dona Inês/PB
De Cozinha seguimos para a bela barragem Jandaia, que apesar das poucas chuvas na região, ainda possui um razoável volume d`água. Após cruzarmos a barragem, tivemos um trecho de single track até uma estrada de terra que nos levava à cidade de Solânea/PB para reabastecimento e, então, seguiríamos para a cidade de Serraria/PB, onde um banquete nos aguardava.
Barragem Jandaia - Bananeiras/PB
Single Track
Chegando em Solânea/PB 
Cidade de Serraria/PB
Agora "apenas" 26 KM restavam até a cidade de Areia/PB. Parece perto se analisarmos apenas a distância, mas superar 26 KM de subidas intermináveis não foi tarefa fácil. Mas, estar ali e curtir aquela paisagem, sabíamos que era privilégio de poucos e a alegria estampada nos rostos demonstrava o quão é realizador superar todo aquele desafio.
Engenho Baixa Verde ao fundo - Serraria/PB


Belo visual 
Chegamos ao entardecer na cidade de Areia/PB. Cumprimos mais um dia e restabelecer as forças era necessário. Um excelente jantar na pousada e uma boa noite de sono merecidos se fazia necessário para nos recuperar e enfrentar o terceiro e último dia entre as cidades de Areia/PB e Campina Grande/PB.

3º dia - de Areia/PB a Campina Grande/PB (56 KM).
A cidade de Areia amanheceu nublada, o que era novidade. Desde que saímos de Natal o sol foi nosso companheiro implacável e o calor era uma dificuldade a mais. Mas assim que saímos da cidade, logo o sol apareceu e, como não podia ser diferente, mostrou sua força até chegarmos em Campina Grande. Passamos pelo Engenho Triunfo e, logo após, chegamos à barragem Camará, no município de Alagoa Nova.
Areia/PB
Estrada de terra que passa ao lado do Engenho Triunfo - Ariea/PB 

Barragem Camará - Alagoa Nova/PB
Logo após a passagem da barragem, uma longa subida até chegarmos a cidade de Alagoa Nova. De lá, partimos para a cidade de Matinhas, uma das maiores produtoras de laranjas do nordeste.
Longa subida após a barragem Camará - Alagoa Nova/PB 
Próximo a cidade de Alagoa Nova/PB
Em Matinhas/PB paramos para um reabastecimento. Dali em diante, até chegarmos em Campina Grande, tivemos um trecho bastante travado, com muitas subidas e descidas, que caracterizavam o percurso. Um último ponto de encontro antes da cidade de Lagoa Seca e, enfim, Campina Grande, após 10 KM na BR 104.
região de Matinhas/PB - parada para comer umas laranjas

Chegamos à cidade de Campina Grande por volta de uma hora da tarde. Cruzamos a cidade até chegarmos ao ponto final de nossa ciclo viagem, que era um posto de combustível  às margens da BR 230, onde tomamos banho e almoçamos em uma churrascaria ao lado.
Campina Grande/PB 
Açude Velho - Campina Grande/PB
Posto de combustível às margens da BR 230.
Mais uma ciclo viagem realizada com sucesso! Certamente uma das mais difíceis de completar, principalmente pela altimetria do percurso, acumulada em 4.227 metros de subidas. Passamos três dias pedalando por muitas estradas de terra e trilhas de Natal/RN até chegarmos a Campina Grande/RN.
Pedalar pelo brejo paraibano é maravilhoso e poder compartilhar tudo isso com um grupo de amigos é ainda melhor.
Obrigado a todos que participaram pela confiança e, se Deus quiser, ano que vem tem mais!
Um grande abraço e até a próxima aventura do Amigos do Pedal RN.

PARTICIPANTES:
EWERTON, SHEYLA, LEIDSON, ANDRÉ MESQUITA, EDUARDO LINO, NOGUEIRA, ABEL, RICARDO, JOÃO DANTAS, ARMANDO, ANDRÉ LUIZ, ANTÔNIO MARCOS E FUAD.

APOIO: SALIM

ALTIMETRIA:

Trecho NATAL/RN - ARARUNA/RN
 DISTÂNCIA: 112 KM
TOTAL SUBIDAS: 1.219 metros


Trecho ARARUNA/PB - AREIA/PB
 DISTÂNCIA: 80 KM
TOTAL SUBIDAS: 1.901 metros.


Trecho AREIA/PB - CAMPINA GRANDE/PB
DISTÂNCIA: 56 KM
TOTAL SUBIDAS: 1.107 metros

DISTÂNCIA TOTAL = 248 KM
TOTAL ACUMULADO DE SUBIDAS (NATAL - CAMPINA GRANDE) = 4.227 metros



AGRADECIMENTOS:

Natal Vans
Restaurante D. Nalva - Lagoa Danta/RN
Pousada Vale da Serra - Araruna/PB
Restaurante Tia Ciça - Serraria/PB
Pousada Villa Real - Areia/PB.



Comentários

  1. Região com visual muito bonito. Parabéns a todos pelo pedal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário