quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Trilha Monte Alegre - Urucará

Amigos do pedal. O percurso escolhido desta vez foi entre a cidade de Monte Alegre e o povoado de Urucará. 
O Distrito de Urucará integra o município de Arez, situado na Região Litoral Sul do Estado do Rio Grande do Norte. O povoado toma o nome do Rio Urucará, que banha a região.
Saímos do posto de combustível situado logo na entrada da cidade de Monte Alegre. Nossa missão era chegar na Mata de Urucará. Éramos três: Eu, Tiago (Mingau) e Sheyla. 
No início do percurso pedalamos por estradas de terra que cortam a região até o município de Laranjeira do Abdias, em busca do povoado Mundo Novo. Entre esse percurso (Laranjeira do Abdias - Mundo Novo) descobrimos uma trilha que cortava o canavial no sentido de Urucará. Nossa meta era chegar a uma trilha que dava  acesso à Mata de Urucará.  

Monte Alegre - Laranjeira do Abdias

Não deu certo! Muita erosão, mata fechada, quase impossível pedalar. Chegamos muito próximos, aproximadamente a cerca de cem metros, para entrar na mata. Esse atalho de trezentos metros nos levaria para a mata sem haver a necessidade de contornar a represa de Urucará.
Precisamos então contornar, fazer um percurso mais longo. Sem problemas! Trilhas desconhecidas têm situações não previstas. E o que não era previsto era encontrarmos uma bela trilha de mata logo após passarmos sobre a parede da represa. Uma grata surpresa. Fizemos um vídeo dessa subida para registrarmos nossa descoberta.
Chegamos em Urucará. Pausa para um breve descanso, repor água e seguimos em frente. Agora, no sentido da Mata de Urucará. Essa, conhecíamos de longa data, desde meu início no Mountain Bike na companhia do meu amigo Gustavo. Foi maravilhoso reencontrar a Mata de Urucará, fazia mais ou menos uns seis anos que eu não passava naquele lugar. A região me traz excelentes lembranças e muitas delas resurgiram ao pedalar pela mata. 

Mata fechada e muita erosão na trilha que 
daria acesso à Mata de Urucará

Represa de Urucará

Encontramos um visual um pouco diferente do que encontrávamos  no passado.  A trilha dentro da Mata de Urucará está mais larga por causa da circulação de motos que aumentou consideravelmente dentro da trilha. É uma pena, porque em alguns pontos a erosão causada pela circulação das motos já difuculta a pedalada. Fizemos um vídeo do percurso que está na seção VÍDEO DESTAQUE aqui no blog.
Depois de passar pela Mata de Urucará, resolvemos voltar para Monte Alegre. Vale registrar que foram 53 Km de percurso. Mas, posso garantir que uns 35 Km são de trilhas em que não vale a pena pedalar. As estradas secundárias entre os canaviais são de muita areia, o que dificultou o percurso, bem como as trilhas já mapeadas anteriormente via GPS, muitas delas já não existem mais, por causa da rotatividade na plantação da cana-de-açúcar.
Enfim, foi ótimo o passeio. Mas recomendo que na região de Urucará o melhor é realmente ir de carro até lá.

Erosão causada pela grande circulação 
de motos dentro da Mata de Urucará

Represa de Urucará

Estradões de terra entre os canaviais